segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

REACIONÁRIOS SÃO MALUCOS - Destruindo a fantasia fascista.


Não, eu não confio em militares.
Particularmente e pessoalmente eu execro nacionalismo, patriotismo, bandeiras, fronteiras, fardas e seus defensores. No entanto, me vejo quase na obrigação de redigir uma reflexão sobre essa linda "quebrada de pernas" que o General Villas Bôas deu nos fascistas e reacionários que infectam o Brasil nessa semana.


Eu costumo procurar manter o tom e o máximo de impessoalidade quando escrevo para o blog, mas não sou nem nunca quis sequer parecer imparcial, sou anarquista e certas coisas são capazes de realmente me tirar do sério, reacionários e fascistas estão sem dúvida no topo dessa lista.
Esclarecimentos feitos, vamos ao que interessa.


Um mundo de fantasia, pura distorção de realidade.

Assim é a sociedade aos olhos de um reacionário. Ele acredita que justiça e igualdade social são violações aos direitos individuais, que a sociedade é composta exclusivamente de parasitas que anseiam por qualquer centavo ou esmola para não ter que trabalhar. O reaça acredita que toda a
sociedade e todas as pessoas são como ele, infelizes e insatisfeitos que odeiam suas vidas, seus empregos e seu ambiente. Mesmo sabendo que não existem chances de fazer parte das elites que ele tanto admira e da qual é simples vassalo, ele se arrepia de ódio e treme de medo com qualquer possibilidade, por mais forçada que seja, de que seus sonhos e anseios não possam mais ser alcançados. O reaça não tem nada na verdade, mas fica apavorado com a possibilidade de dividir algo, pois tudo aquilo que não tem é exclusivamente dele, seu vazio é único, exclusivo e indivisível, é sua propriedade privada. Sobretudo, o reacionário odeia, ele odeia a tudo a e todos, quer crer fazer parte de uma casta superior, elitizada, politizada, intelectual, polida e branca, tal qual o sonho ariano de Hitler, mesmo que tenha a pele escura, ela vem do sol na cabeça do reaça, não do sangue. Por fim, nessa visão autofágica, o reacionário não gosta do que é, não gosta de quem é e busca compensar a falta de amor próprio com a auto valorização extremada, se julgando superior ao se apoiar naqueles que ele julga enganosamente, menor do que ele próprio.

Um reacionário precisa desesperadamente atribuir toda sua frustração e fracasso pessoal ao mundo que o rodeia, ele é o único responsável por tudo aquilo que crê ser seu, e é a sociedade, não ele, responsável por tudo aquilo que não conseguiu nem conseguirá alcançar. Nessa louca fantasia vale tudo, aceitar a argumentação de qualquer senhor senil que sofra do mesmo mal e sustente a absoluta convicção de que estávamos a beira de um golpe comunista em 64 (quem dera), que o comunismo mudou, dominou quase que o mundo inteiro e bate desesperadamente à nossa porta. 

Não tente argumentar com um reacionário que o momento da história do país que ficou conhecido como "milagre econômico" não foi fruto de boa gestão, mas sim de uma imensa irresponsabilidade e submissão ao capital e interesses internacionais que, logo em seguida, mergulhou o país em uma das situações econômicas mais grotescas e violentas da história, com inflação de até 1300% ao ano. O reacionário jamais aceitará esse fato, pois os militares "abriram mão do poder" quando perceberam o que haviam feito e a bomba entourou nas mãos do primeiro civil no poder depois deles, seu vassalo, José Sarney.

A insanidade e negação sistêmica de um reaça é tamanha que ele é capaz de questionar até a existência de uma ditadura militar que durou 21 anos e é fato histórico incontestável. Ignora as centenas de cadáveres, relatos, provas e evidências dos atos de tortura e assassinato por parte da ditadura, ainda que parte disso venha dos próprios envolvidos. Milhares de provas para um reaça convicto valem menos do que um ou dois infundados que questionam tudo que vivemos e aponta como mentiras os documentos e provas da corrupção existente no regime e como resultado, cria um mundo que, durante 21 anos, foi cor de rosa, puro e justo.

O general sensato aponta a insensatez reacionária.

Não é a primeira vez que o general Villas Bôas joga um balde de água fria nos planos e anseios dos reacionários. Ainda durante o governo Dilma, quando trabalhava tendo como superior no ministério da defesa, um comunista histórico, membro e líder do Partido Comunista do Brasil, o general descartou completamente a idéia de intervenção militar e apontou o período de ditadura militar no Brasil como um erro histórico, uma anomalia que não pode se repetir (veja aqui)


Eis que agora, talvez como resultado da escalada fascista e reacionária que temos assistido, orquestrada em grande parte por imbecis como o velho senil citado anteriormente, Villas Bôas foi muito mais enfático e direto, classificando os que pedem intervenção militar como "tresloucados e malucos", que a rigor cometem um CRIME ao evocar uma intervenção militar e se tornam um perigo quando podem provocar um "reação em cadeia" indesejável.
 


Se existe uma compensação para a escalada fascista e reacionária no país, essa é a aparente sensatez e realismo por parte de quem comanda as forças armadas e parece ter um exata noção do quão nocivo foi o que aconteceu no passado.

A reação esperada e de acordo com a fantasia aplicada.

Mas então, o que acontece quando o alto comando de uma instituição que o reaça diz admirar e insistentemente evoca como a solução mágica a todos os problemas do país joga um balde de água fria em seus planos e ainda o chama de maluco?

Acontece que os "tresloucados e malucos" provam mais uma vez não passar exatamente disso, tresloucados e malucos ao proferir aos berros, seja online ou não, que o general é um traidor, um vendido e toda ordem de ofensas.
Agora, para o reaça, não basta mais a ideia de que as forças armadas devem derrubar o governo, elas também precisam derrubar seu próprio comando. As forças armadas devem aplicar um golpe contra si mesma para assim poderem aplicar um golpe no comando do país, tudo em nome da insanidade que sustenta seu mundo cor-de-rosa fardado.



Fabiano "Abafh" Ruiz

Um comentário :

  1. É a mais pura verdade, cada poder deve ficar no seu lugar praticando seus deveres de acordo com a constituição

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...