segunda-feira, 28 de novembro de 2016

BLACK FRIDAY - A dignidade humana em liquidação.


Imaginem uma população faminta, realmente faminta, em um lugarejo onde não chega alimento de tipo algum a mais de 2 semanas e todas as reservas estão esgotadas. Essas pessoas estão literalmente morrendo de fome, quando então descobrem ou conseguem acessar uma reserva considerável de comida, mas que sabem, não durará muito, portanto é preciso pegar o máximo de alimento possível para si, os filhos e outros e que os alimentos com maior valor nutritivo são escassos nesse estoque, logo, quem chegar antes e pegar a maior quantidade, terá mais chances de sobreviver até um próximo momento de sorte que talvez nem mesmo chegue.
Não é preciso muita força para imaginar que seria um caos. Movidos pela fome e desespero, toda civilidade é deixada de lado e tudo passa a valer, sejam trapaças, brigas, ataques, mortes. É uma cena bizarra e triste de imaginar, mas sabemos que a fome e o desespero pode mesmo levar as pessoas a isso ou além, quando o que está em jogo é a sobrevivência. Quando se trata de sobrevivência, a dignidade torna-se secundária, dispensável.


Mas não se tratam de pessoas famintas, a beira da morte por inanição. Não se trata de conseguir alimentos para sobrevivência. Não se trata de buscar meios de garantir a vida de uma criança ou ente querido. Se trata de passar à um estado de de bestialidade similar ao da situação acima para COMPRAR bens supérfluos, alimentar o consumismo com uma televisão, um tênis, uma boneca. Por uma televisão nova, se pisoteiam pessoas na entrada de uma loja. Por uma "Barbie", se arranca um brinquedo das mãos de uma criança. Por um celular novo, sai-se aos murros pelo chão de um shopping com um desconhecido, se grita, se xinga, se ataca.

A população, em especial a americana, vive sua vida em função do consumismo desenfreado. O modelo econômico e empresarial vigente no país, criou hábitos e conceitos em que, mais do que em qualquer lugar do mundo, você é medido por aquilo que possui, por aquilo que se pode comprar. Para manter esse ritmo desenfreado, o mercado é sistemático e lança suas novidades tecnológicas e "sonhos de consumo" regularmente 1 vez por ano e a cultura/propaganda, cuida para que as pessoas que não troquem seus bens pelos modelos mais novos, estejam um degrau abaixo, sejam menos bem sucedidos, sejam menos gente. Por conta dessa soma de fatores, um pouco antes do Natal, época onde são vendidas justamente essas últimas novidades, as lojas precisam de espaço em seus estoques e ninguém mais vai querer comprar os produtos atuais depois que os modelos novos forem lançados, então, limpa-se os estoques vendendo tudo que não é interessante para o Natal a preços abaixo do custo, eis aí a BLACK FRIDAY.

A Black Friday não funciona da mesma forma aqui no Brasil devido ao fato de nossa economia não sustentar o mesmo nível de consumo, tampouco a atualização anual regular de bens, por isso, aqui, limpar estoques cobrando abaixo do preço de custo é puro prejuízo.

Mas voltemos ao assunto.

O quão doente é uma sociedade que se porta como animais lutando pela sobrevivência para alimentar o próprio status e sustentar uma cultura que cultua o superficial, o inútil, a mera aparência?
Tal modelo que reduz humanos a um estado de fome e guerra enquanto saudável e "próspera" é invejado e comprado por sociedades que sonham em se tornar tão doentes quanto a americana.

Talvez muitos discordem quando eu digo que isso é apenas uma amostra de que o sistema capitalista está fadado a auto destruição, pois seu crescimento passou a depender da redução de nossa dignidade, amor próprio e distorce pouco a pouco os conceitos sociais que nos fazem humanos e talvez eu esteja realmente errado. Mas de uma coisa eu estou absolutamente convencido e uso o vídeo abaixo com cenas da última Black Friday americana como prova, ou esse sistema cai, acaba ou muda ou o que vai acabar caindo de vez é nossa condição de humanidade em nome do lucro.

"Anúncio Black Friday: Toda dignidade humana com 90% de desconto...."




Fabiano "Abafh" Ruiz

Um comentário :

  1. Excelente análise. Mais claro e suscinto que isso..só desenhando.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...